Artigo de opinião / 27.09.17

8 Dicas para definir o seu público-alvo

Partilhar:

Quem são os seus clientes?

1. Foco. (Sandro Pinto)

Se o caminho para elevados retornos assenta no cliente, o desafio da criação de riqueza acontece a partir da correta identificação e segmentação de (MUITOS) potenciais clientes. 

  • Agrupar potenciais clientes aos quais possamos identificar a possibilidade de satisfazer/preencher necessidades não satisfeitas (mas por eles desconhecidas)
  • Identificar esses grupos de potenciais clientes onde exista uma maior probabilidade do “nosso” core business oferecer/proporcionar ofertas únicas que satisfaçam essas necessidades
  • Focar grupos de clientes cujo tamanho, taxa de crescimento e potencial flexibilidade de mudança suportem as bases da criação de riqueza

Mas acima de tudo devemos definir:

  • Quais são os tipos de clientes que nós não queremos
  • E saber se somos capazes de identificar “claramente”  um cliente alvo quando os vemos na rua :)

Se necessita de ajuda neste último ponto ;) fale connosco..

2. Anatomia do Produto. (Raquel Andias)

Para definirmos o nosso público – alvo, é necessário desconstruirmos o conceito do nosso próprio produto e ir à raiz da sua conceção, a base da definição do público-alvo está centrado no produto: quais as funcionalidades do meu produto?  que necessidades satisfaz? Para que pessoas  poderá servir (homens, mulheres, crianças)? Qual o valor do mesmo (é um produto de luxo, baixo custo), adapta-se em qualquer zona geográfica, se for um produto de extração de neve, saberemos que não terá muita saída em locais onde nunca neva.

São as características do nosso produto que definem o nosso público-alvo, assim,  para definirmos o mesmo teremos que estudar conhecer a anatomia do nosso produto.

3. Conhecer a própria oferta. (Rafael Andias)

O primeiro passo para conseguir definir o público-alvo de qualquer produto ou serviço passa por conhecer em profundidade o produto ou serviço que oferecemos. Assim será possível perceber quais o que um potencial consumidor procura ganhar e quais os problemas que procura resolver. Considero que este é  o passo mais importante, pois toda a estratégia comercial e de marketing será bem mais assertiva e focada, otimizando tempo e dinheiro.

4. Faça perguntas! (Tiago Valente)

Nós não somos os donos de toda a informação, e um dos nossos grandes problemas é presumirmos antes de perguntarmos, portanto a minha dica é, faça muitas perguntas, aos seus superiores, aos seus colaboradores e aos seus familiares... Informação nunca é demasiada e uma das formas para sabermos como definir o nosso público-alvo pode passar por perguntar a indivíduos que já tenham experiência na área e que sejam bons naquilo que façam. Ao fazer várias perguntas vai perceber qual será a melhor maneira de agir, porque ter um público-alvo é o primeiro passo para uma empresa focada e pronta para fazer dinheiro.

5. Compreender o comportamento do consumidor. (Salomé Martins)

Examinar o comportamento do consumidor é relevante para promover renovações e melhoramentos para qualquer empresa, uma vez que a partir dessa análise é possível conhecer o consumidor de verdade, saber quem é ele, o que ele pensa sobre a empresa, o que o motiva a procurar pelos serviços prestados e quais são as razões que o fazem tomar a decisão de adquirir ou não um serviço/produto.

Através de um estudo sobre o comportamento do consumidor pode-se expor quais são, verdadeiramente, as necessidades dos clientes, o que permite às empresas desenvolver ações que vão de encontro ao publico alvo, fazendo com que este grupo já pré-definido se sinta satisfeito e se fidelize, garantindo, uma melhor performance e consequentemente, um aumento de resultados.

6. Comunique com os seus clientes! (Tatiana Plata)

Para conseguir segmentar o nosso público-alvo, primeiramente devemos comunicar com os nossos clientes. Esta interação irá facilitar a compreensão dos seus desejos ou necessidades. Perguntas como: qual a sua idade, profissão, hobbies e interesses e localização geográfica irá ajudá-lo a perceber os seus clientes e consequentemente segmentá-los. Fazendo com que consiga direcionar determinado produto para determinado cliente.

7. Segmentar o mercado. (Liliana Pinto)

As empresas devem procurar criar subgrupos dentro do mercado de atuação que possam ter comportamentos de compra semelhantes e trabalhar de acordo com estes segmentos.

Assim sendo, com a segmentação do mercado, foco e ofertas assertivas as hipóteses de sucesso da empresa aumentam.

8. How to use hastags! (Robert Andonov)

If you are a digital vendor or promoter, your first crucial phase should be your target group. There are many ways which can help you find your potential viewers or clients. Because all my recent work was on Instagram. A working platform where you can develop many new directions which lead to a guaranteed growth phase. When I started analyzing, what is better option to define our target group I had many ideas. In the first place was #hastag this is a really good toll which shows you where to search and shortlist people for your next promotion and find reliable buyers. Define your production line, and analyze what hashtags all the competitors from your branch used. This is an ideal action, for everyone who wants to see his business in another stage of escalation. Try to be always close to your target group, is an essential start. After creating your target group, choose a promo template which will present your product or service as better as possible. There is always a way how to present your product to a good audience, just feel free to go deeper. "The journey of a thousand miles must begin with a single step” Chinese Proverb.

Tags: outglocal,strategydriven,estratégia,público-alvo,definir público-alvo,Pesquisa de mercado,Negócios,Empreendedorismo