Artigo de opinião / 11.07.17

A importância da empatia no ambiente corporativo (Rui Alves)

Partilhar:

Confira a sua relevância e como a pode desenvolver

Boas relações no trabalho estimulam o desenvolvimento de talentos e ajudam a tirar o máximo de proveito das habilidades e potenciais de cada um.

Empatia é um termo que tem origem no termo grego empátheia, que significa “entrar no sentimento”. Diferente da simpatia, que acontece de forma espontânea, a empatia precisa ser desenvolvida. Ter empatia por alguém é entender emocionalmente essa pessoa, se identificar com ela de forma a apreender o seu modo de sentir e se manifestar.

Para desenvolver a empatia é necessário entender-se primeiramente, afinal, jamais será possível entender as emoções alheias sem antes entendermos as nossas próprias emoções. Depois é preciso que resguardemos nossos próprios valores e foquemos a atenção nos valores do outro, no sentido de entender o seu ponto de vista sem julgamentos. Isso não é tarefa fácil, afinal é como se por alguns momentos nos colocássemos a pensar como outra pessoa, e é exatamente isso!

Normalmente a pessoa nem acabou de falar e nós a interrompemos, pois acreditamos que já entendemos o que queria dizer e já temos uma conclusão imediata, sobre a pessoa estar “certa” ou “errada” diante das nossas próprias concepções. Esse é um dos motivos mais fortes para a desarmonia nos relacionamentos e, no caso do trabalho em equipa, é um de seus maiores desarticuladores.

Para que qualquer trabalho corporativo dê resultados positivos é imprescindível que haja coesão de ideias focadas nos objetivos traçados, pois se cada um movimentar-se do seu modo, dificilmente o resultado será o que se esperava. Para tanto é preciso aprender a ouvir e, realmente, entender o significado das palavras, ou seja, as emoções que elas carregam. Aquele que consegue estabelecer um elo entre o que o outro sente e como ele se manifesta poderá incorporar uma conduta mais específica de ação, assegurando o sucesso do empreendimento. É por isso que os grandes líderes são invariavelmente empáticos.

Desenvolver a empatia na vida profissional é questão de sobrevivência, pois quem não se entende e, consequentemente, não entende o outro não se adéqua a uma corporação. É tão básico que se numa empresa, por exemplo, uma pessoa precisa de uma informação urgente e ela é empática, certamente conseguirá mais rapidamente do que outra que não possui essa habilidade.

A pessoa empática abre um canal que liga a sua mente com a de outra pessoa e, consequentemente, vai sentir-se compreendida e respeitada, assim formam-se os laços de confiança e colaboração. É um caminho de mão dupla. Boas relações estimulam o desenvolvimento de talentos e ajudam a tirar o máximo de proveito das habilidades e potenciais de cada um, fomentando a troca de informações e o diálogo aberto.

A empatia provoca essa receptividade na qual os componentes do trabalho passam a viver os princípios corporativos em suas ações e decisões. Desta forma todos têm a ganhar!

Afinal como posso fomentar a empatia?

É perfeitamente possível desenvolver o sentimento de empatia por outra pessoa, porém, pode ser que isso leve certo tempo. Veja algumas dessas técnicas que podem ser trabalhadas, para desenvolver e fixar esta habilidade no seu interior:

  • Esteja disposto a ouvir o que aflige a outra pessoa;
  • Tente deixar de lado os pré-conceitos e julgamentos;
  • Não faça comparações com outros casos;
  • Elogie com sinceridade. Se não for sincero, não o faça;
  • Passe a conversar com pessoas diferentes;
  • Estabeleça um laço de confiança com as pessoas.


As transformações acontecerão ao longo do tempo, por isso não se preocupe tanto, mas também não se acomode. Observe as pequenas mudanças e motive-se com elas. As pessoas passarão a te procurar com mais frequência para desabafar. Elas confiarão e respeitarão sua opinião cada vez mais e passará a ser a primeira opção delas, quando precisarem de um conselho.
Os benefícios de desenvolver esta habilidade serão pessoais e também profissionais, pois tornando-se mais humano e sensível, conseguirá assim lidar melhor com o stresse do dia a dia, controlar as suas emoções e auxiliar os colegas à sua volta.

Rui Alves
Consultor Junior Associado

Tags: empatia,ambiente,corporativo,outglocal,confira,importância,boas relações,importante,máximo proveito,habilidades,potenciais,de cada um,colaborador,emoções,desenvolver,beneficios,habilidade,pessoas,profissionais,colegas,humano,confiança,sinceridade,ouvir,conversar,estabelecer laços