Artigo de opinião / 10.03.17

Dicas para potenciar a criatividade e fontes de inspiração

Partilhar:

Nesta edição do nosso COFFEE BREAK, a equipa Outglocal mostra-lhe como impulsionar a criatividade e inspiração

Para melhor entendermos como estimular a Criatividade, vamos antes entender o que de fato é. São muitas as definições que tentam definir este conceito, algumas delas são: 
- Capacidade de elaborar teorias científicas, inventar instrumentos e/ou aparelhos, ou produzir obras de arte;
- A capacidade de produzir coisas novas e valiosas;
- A capacidade de desestruturar a realidade e reestruturá-la de outras maneiras;
- O ato de unir duas coisas que nunca haviam estado unidas e tirar daí uma terceira coisa;
- Uma técnica de resolver problemas;

Podemos concluir, unanimemente, que a criatividade pura é uma atividade intelectual, que consiste em última análise na capacidade de combinar sons, imagens, e os mais variados elementos, de forma subjetivamente nova, independentemente de qualquer conexão lógica com o mundo exterior, com o que já foi visto e criado.

Não é um dom especial que só algumas pessoas possuem, pode e deve ser estimulada, isso é um fato! Todos podem desenvolver esta atividade intelectual, procurando continuamente por informação à procura de ideias novas e valorizadas. A inspiração, o "click", é o resultado final de muita interpretação, observação e análise. 

1. Alargar horizontes e mente aberta (Rui Alves)
Como artista musical, estudante universitário e futuro marketeer, reconheço que o desenvolvimento do processo criativo é um elemento fulcral para impulsionar o desempenho em ambas as atividades. Os cinco sentidos possibilitam-me interagir com o mundo exterior e com eles reuno, analiso e interpreto informações que, depois de amadurecidas, possibilita que as ideias fluam. Desde muito cedo que procuro expandir a minha cultura e conhecimentos e assumir novos desafios, nos quais permitam-me impulsionar o pensamento criativo e amplificar as mais diversas fontes de inspiração.

2. Navegar na Internet (Rafael Silva)
Para ganhar inspiração, o que faço é fazer pesquisas que estejam relacionados com o projeto que tenho em mãos. Muitas vezes, encontrar soluções diferentes e fora da caixa estão à distância de um clique. Perceber o que outras pessoas fizeram e a forma como estas soluções podem ser adaptadas é algo crucial no processo criativo.

3. Aceder à Arte (Sandro Pinto)
Museus, galerias ou ateliers; Exposições, instalações urbanas, ou projectos criativos; Espaços arquitectónicos, artes performativas ou artes periféricas; Art districts, colecções privadas ou happenings.Pintura, ilustração ou escultura; Literatura, fotografia ou música; Manifestações, linguagens, estética; Ruas urbanas e cidades cosmopolitas; Arte moderna e contemporânea; Dadaísmo, surrealismo ou minimalismo.
Consumir arte é uma das minhas maiores fontes de inspiração. Ponto.

4. Desligar do Computador (João Tavares)
As pessoas devem passar algum momento longe do computa­dor (telemóvel incluído também). É importante envolver-nos com atividades como ler um livro, ouvir música, passear por um lugar, fazer exercício físico, etc. Para sermos criativos, não devemos deixar que outras coisas ao nosso redor afectem a nossa capacidade inspiradora.

5. Sair da Rotina (Hélder Resende)
A rotina é a maior inimiga da criatividade. Seja levantar-se mais cedo, ou ir dar uma corrida matinal, ou ir beber um café depois de jantar, ler, viajar ou sair com os amigos. Conhecer novos ambientes, novas pessoas, conviver fazem com que consigamos abstrair do dia-a-dia e estar mais propensos a pensar em coisas novas. 

6. Elaborar Pesquisas (Raquel Andias)
Quando tenho que desenvolver uma ideia, campanha ou conceito, faço bastantes pesquisas, muitas delas  não tem ligação directa ao tema, mas quanto mais macro for a pesquisa, maior a probabilidade de criar um conceito inovador.

7. Viajar mais (Raquel Damasceno)
Conhecer novos sítios, transforma as pessoa, faz com que elas se apercebam de que há uma infinidade de coisas e de modos de viver a vida que nem sequer imaginamos. Possibilita que absorvam novas culturas,  rotinas e  que conheçam novas pessoas, fatores que libertam a mente de preconceitos existentes devido a troca de experiências. Todos estes fatores levam a que a criatividade seja estimulada.  

Tags: coffee break,outglocal consulting,dicas,potenciar,negocio,criatividade,fontes de insiração,equipa,marketing solutions,strategy,og,arte,atividade intelectual,alargar horizontes,internet