Artigo de opinião / 23.11.16

Economia do Mar: Um oceano de oportunidades (João Tavares)

Partilhar:

Numa Europa com uma linha costeira de 68 mil quilómetros e onde metade da população vive a menos de 50 quilómetros da costa, é irónico o facto de estarmos a viver tão perto para o mar e, ao mesmo tempo, estarmos tão longe de extrair o máximo potencial do mesmo. 

Portugal tem um longo passado histórico ligado ao mar. Foi através deste que se alcançaram novas rotas, novos recursos, novas descobertas. Apesar disto, e com a entrada na União Europeia, o país foi perdendo lugar de destaque nos assuntos marítimos. Outrora um país onde se destacava a indústria naval e marítima, neste momento a imagem que temos presente é o encerramento de antigos estaleiros navais e cada vez mais empresas do setor a abrirem falência.

Atualmente, a economia do mar tem um peso de 3% no total da economia nacional, valor muito aquém tendo em conta a elevada panóplia de atividades de elevado valor acrescentado que estão ligadas ao setor. Mas qual a principal razão? De certa forma, nós portugueses, nunca ultrapassámos a imagem de que o mar não é uma boa fonte de rendimentos e que é um setor sem potencial. Isto, aliado à falta de informação, tem levado a que haja parcos investimentos no setor.

De forma a atenuar o desinteresse no mar, o tema voltou a ser uma espécie de “bandeira de campanha” na agenda política nacional. Isto deve-se ao facto da enorme extensão “da ocidental praia lusitana” como diria Camões e pelo potencial económico que se pode retirar. Assim, o mar entrou definitivamente nas prioridades e desígnios estratégicos nacionais. Mas, afinal, qual é o seu verdadeiro potencial? O turismo, a pesca e os transportes marítimos são alguns dos exemplos da potencialidade, nunca descurando as novas fontes de energia renovável que podem ser aproveitadas, bastando, por exemplo, algo tão simples como a força de uma onda. 

Por fim, salientar que a Outglocal marcou presença num evento recente sobre Mar2020  http://outglocal.pt/pt/noticias/business2sea_70 , onde foram discutidas as novas tendências e oportunidades do setor.

 

João Tavares

Consultor Júnior Associado 

Tags: mar2020,tendências setor,aquícola,economia do mar