Notícia / 01.03.18

Nova linha de Apoio à Sustentabilidade pode chegar a incentivos até 80% a fundo perdido

Partilhar:

Turismo de Portugal

A nova linha de Apoio à Sustentabilidade tem o objetivo de fornecer o apoio a iniciativas e a projetos que promovam a sustentabilidade social e ambiental no turismo, em linha com os objetivos traçados nestes domínios pela estratégia para o Turismo 2027.

As iniciativas e projetos que fazem parte desta linha de apoio ao Turismo são:

- As que contribuam para promover um maior e melhor integração entre os residentes e os turistas, melhorar a qualidade de vida dos residentes e promover uma maior retenção de valor para a comunidade em resultado da atividade turística;

- As que visem a dinamização económica dos espaços urbanos, através do apoio à valorização, requalificação e inovação do comércio de proximidade e dos mercados, incluindo a qualificação dos recursos humanos;

- As que promovam o consumo de produtos locais por parte dos visitantes;

- As que fomentem educação/sensibilização ambiental e social no turismo, numa ótica colaborativa, visando, designadamente, a proteção do património natural e histórico e cultural;

- Assim como, as que valorizem os territórios e as comunidades nas suas várias dimensões, permitindo, a maior valorização da identidade do País, das comunidades locais e que facilitem o diálogo intergeracional.

Dentro desta linha de Apoio à Sustentabilidade podem apresentar candidaturas:

- Entidades públicas, incluindo aquelas em cuja gestão as entidades da administração central do Estado, regional e local tenham posição dominante;

- Associações de comércio ou de moradores, assim como de entidades de natureza e fins análogos;

- Empresas de qualquer dimensão e natureza, que se proponham desenvolver projetos no âmbito da dinamização económica dos espaços urbanos, através do apoio e valorização do comércio de proximidade e mercados.

Algumas das despesas elegíveis dentro desta linha de apoio à sustentabilidade são:

  • Estudos, projetos e assistência técnica necessária para a preparação da candidatura e para a execução dos projetos;
  • Obras de construção, adaptação, aquisição de bens e de equipamentos diretamente relacionados com o projeto
  • Despesas com ações associadas à capacitação e qualificação de recursos humanos;
  • Suportes informativos e/ou de comunicação físicos e/ou digitais multiidiomas, incluindo o desenvolvimento de conteúdos, website, sinalética e ferramentas de apoio à experiência turística;
  • Ferramentas de monitorização de resultado, pós implementação do projeto.

Este apoio entra em vigor até 31 de dezembro de 2018 e os incentivos podem ir até 80% a fundo perdido, no caso de associações de comércio ou de moradores, ou entidades de natureza e fins análogos este incentivo pode chegar aos 300.000 euros.

Qualquer dúvida que tenha relativamente a este apoio, estamos inteiramente disponíveis para esclarecer! Contacte-nos!

Tags: Turismo de Portugal,Sustentabilidade,Outglocal,Turismo,Incentivos,Consulting